BRASIL E MUNDO

Votação para presidente se encerra em 59 países; em Portugal e na Suíça teve confusão entre eleitores

Prédio do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Até as 12h de hoje (2), no horário de Brasília, a votação no primeiro turno das Eleições 2022 já havia se encerrado em 59 países, informou a Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Os eleitores no exterior votam apenas para o cargo de presidente da República.

Neste ano, foram montadas seções eleitorais em 181 cidades estrangeiras. Segundo a Justiça Eleitoral, mais de 697 mil eleitores estão aptos a votar no exterior, aumento de 39,21% em relação às eleições gerais anteriores, em 2018.

A organização das eleições no exterior, como o envio de urnas e a abertura de seções eleitorais, fica a cargo do Tribunal Regional Eleitoral do Distrito Federal (TRE-DF). O órgão informou que já começou a receber os primeiros boletins de urna provenientes de outros países. A divulgação dos resultados oficiais, contudo, só deve começar às 17h.

Neste ano, pela primeira vez, todas as seções eleitorais do Brasil ficam abertas das 8h às 17h no horário de Brasília. Nas localidades com outro fuso horário, portanto, o horário é adaptado de acordo com o horário local.

A regra, entretanto, não se aplica aos eleitores das seções eleitorais no exterior, em que as urnas são abertas das 8h às 17h no horário local.

Confusão em Portugal e na Suíça

Na cidade do Porto, em Portugal, apoiadores de Jair Bolsonaro (PL) e Luiz Inácio Lula da Silva (PT) se encontraram nas proximidades do Instituto Superior de Engenharia, onde cada eleitor estava levando cerca de trinta minutos para conseguir entrar no prédio e votar.

De um lado, petistas faziam barulho e gritavam em coro que a vitória de Lula viria no primeiro turno. Uma microciata, então, foi convocada por bolsonaristas, que com quatro motos (algumas com mais de dois ocupantes, o que é ilegal) aceleravam e faziam barulho, aumentando os decibéis.

Bolsonaristas também, xingaram Lula, ao que o lado vermelho da rua respondeu com cantos de “Lula, ladrão, roubou meu coração”. Foi quando os ânimos acirraram e eleitores de verde e amarelo cruzaram a rua, entrando na área vermelha. Xingamentos foram trocados e a polícia então aparecer para evitar que a confusão se agravasse, virasse algo mais sério.

Já na cidade de Genebra, na Suíla, a polícia interveio para evitar um enfrentamento físico entre eleitores brasileiros. A confusão aconteceu depois de terminada a votação, quando apoiadores de Bolsonaro e Lula se posicionaram em frente à seção de votação, aguardando os resultados.

Por alguns minutos, relatou Jamil Chade em sua coluna no portal UOL, as diferenças políticas ficaram de lado e os brasileiros cantaram o hino nacional juntos. Logo, porém, começaram as provocações e xingamentos, o que fez o clima esquentar e obrigou a intervenção de seguranças que estavam no local.

Confira abaixo os países com fuso mais avançado em que a votação para presidente já se encerrou:

África do Sul
Alemanha
Arábia Saudita
Austrália
Barein
Bélgica
Bulgária
Catar
China