MARINGÁ

UEM tem mais dois projetos aprovados no programa Amazônia +10

A Universidade Estadual de Maringá (UEM) teve mais dois projetos aprovados na primeira chamada de propostas da Iniciativa Amazônia +10. Uma das propostas contempladas é a da pesquisadora da Universidade Estadual de Maringá (UEM), Sandra Mara de Alencar Schiavi, que junto com colegas da Universidade Estadual do Maranhão (UEMA), da Universidade Federal do Pará (UFPA) e da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) irá atuar no projeto “Inovação e transição sustentável: cesta de bens e serviços em territórios amazônicos”.

Outro projeto aprovado pela Iniciativa Amazônia+10 é o “Fortalecimento da cadeia de valor da castanha-do-Brasil: uma abordagem focada na Cooperativa dos Agricultores do Vale do Amanhecer (Juruena/MT)”, que terá como um dos pesquisadores, o professor da UEM Lúcio Cardozo Filho. O grupo será composto também por representantes da Universidade Federal do Mato Grosso (UFMT), da Universidade Estadual do Norte Fluminense (UENF), e da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP).

Além desses dois trabalhos, na semana passada foi publicada a participação da professora Evanilde Benedito no projeto “Resiliência em sistemas socioambientais ribeirinhos na Amazônia”. Veja a reportagem.

Iniciativa Amazônia+10
Trata-se de um programa criado para o desenvolvimento de ciência, tecnologia e inovação. Ele é coordenado pelas Fundações de Amparo à Pesquisas signatárias organizadas no âmbito do Conselho Nacional de Fundações de Amparo à Pesquisa Estaduais (CONFAP), com investimento de R$41,9 mi mais aporte de R$12 mi em bolsas de pesquisa, anunciados pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), para os projetos aprovados dos estados que compõem a região da Amazônia Legal.

O programa recebeu projetos de mais de 500 pesquisadores em 20 estados brasileiros. Desses 39 propostas de 18 estados e do Distrito Federal foram selecionadas. Entre elas, estão os três professores da UEM. As pesquisas seguem três grandes eixos temáticos: Território, Povos da Amazônia e Fortalecimento de cadeias produtivas sustentáveis.