MARINGÁ

UEM decide recomendar o uso de máscaras em ambientes fechados na instituição

Integrantes do Grupo Técnico de Enfrentamento e Monitoramento à Covid-19 da Universidade Estadual de Maringá (UEM) decidiram recomendar o uso de máscaras de proteção individual nos espaços fechados da instituição, considerando o aumento da circulação da subvariante da Ômicron, que tem provocado uma nova onda de casos de covid-19.

Outra recomendação é quanto a higienização das mãos com frequência, utilizando álcool 70% ou lavagem com água e sabão, e também minimizar o contato físico para cumprimentos. O presidente do grupo, professor Dennis Armando Bertolini, ainda alerta sobre a importância da vacinação, incluindo as doses de reforço.

Bertolini adiantou que o comitê irá reavaliar os protocolos de biossegurança para discentes e servidores da universidade, revisando e atualizando os procedimentos. Além de fazer o monitoramento em tempo real do possível aumento de casos de covid. Havendo necessidade novas recomendações poderão ser feitas. O grupo volta a se reunir na quinta-feira da próxima semana, dia 1 de dezembro.

Além do professor Bertolini participaram da reunião de hoje (22): Nelly Lopes de Moraes Gil, Maria Tereza Scramin Rosa, Silvana Lorenzi Vizoni, Glaciane Cristina Xavier Mashiba, todas integrantes do grupo recém-nomeado pela Portaria nº 1611/2022 – GRE. O reitor Leandro Vanalli e a chefe de Gabinete Maria Luisa Furlan Costa participaram de parte da reunião e referendaram as decisões do grupo.