DESTAQUES DO DIA PARANÁ

Shopping restringe entrada de adolescentes no Paraná e divide opiniões

A discussão sobre a presença de adolescentes em shoppings não é recente. Em 2014, por exemplo, viralizou o termo ‘rolezinho’. Na ocasião, os estabelecimentos alegavam que grupos se reuniam para depredar e furtar lojas. O tema também foi alvo de discussões na Câmara Municipal e terminou na Justiça.

Desta vez, o assunto divide opiniões. Enquanto uns apontam que a medida é válida em razão de ‘algazarras’ e furtos, outros entendem que a restrição é válida apenas para adolescentes de classes sociais mais baixas, criando um impedimento social ao espaço.

Apenas no grupo ‘Não Recomendo/Recomendo’ no Facebook, a discussão contava com mais de 760 comentários até 16h30. A responsável pela primeira postagem afirma que o filho foi impedido de entrar, mas que era possível observar diversos outros adolescentes ‘curtido o dia’ sem a mesma vista grossa por parte dos seguranças.

Pelo menos duas lojistas também se posicionaram no Facebook sobre a restrição. Segundo elas, a medida traz um pouco de “paz”.

“Todos os fins de semana são um inferno. Os adolescentes são insuportáveis, fazem aglomerações em todos os corredores, correm, gritam, desrespeitam as pessoas, aglomeram as filas e cometem até furtos! Eu acho a ideia de barrar eles ótima, espero que isso continue por todos os fins de semana”, defende.