DESTAQUES DO DIA

Presidente Lula confirma maringaense Enio Verri na presidência da Binacional Itaipu

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) confirmou nesta quinta-feira, 26, o deputado federal Enio Verri (PT) no cargo de diretor-geral da Binacional Itaipu. O assunto já vinha sendo comentado nas últimas semanas, mas o deputado maringaense disse que só falaria sobre o assunto depois que o próprio presidente da República lhe confirmasse pessoalmente

O texto a seguir foi publicado no site do próprio deputado

Confirmando todas as últimas notícias sobre a nomeação para o cargo de diretor-geral brasileiro da Itaipu Binacional, Enio Verri é o escolhido pelo presidente Lula. Após reunião entre o deputado federal e o presidente, foi batido o martelo, e Verri assumirá a diretoria-geral da maior hidrelétrica do país e segunda maior do mundo.

Enio conta que desde que foi consultado sobre a possibilidade de assumir para o cargo, sabia da responsabilidade e do enorme desafio de colocar a Itaipu em novos rumos, seguindo os planos do atual governo. “O convite do Lula é como um chamado. Você aceita e toma para si esse desafio que é reconstruir um país voltado para o desenvolvimento com sustentabilidade e inclusão social. Sinto-me honrado do presidente Lula escolher meu nome para assumir essa nova missão. Itaipu tem um papel importantíssimo no planejamento do governo brasileiro, que é promover e financiar ações que tragam avanços econômicos, tecnológicos e sociais para o Paraná e o Brasil. E, ainda, ser um vetor de modernização e democratização do setor energético”, disse.

Eleito para o terceiro mandato como deputado federal, Enio agora terá uma nova missão. “Aceito esse desafio para contribuir com o projeto de Lula para Itaipu e para o país. Já tinha afirmado anteriormente, estou no PT há 40 anos e sempre defendi que os interesses coletivos se impõem ao individual. E, hoje, esse projeto coletivo é a reconstrução do Brasil. E Itaipu é estratégica, pela sua atuação na produção de energia elétrica.

Em 2023, o Tratado de Itaipu completa 50 anos, e está prevista a revisão do Anexo C. O que envolve a reedição de cálculos e prestação de serviços entre Brasil e Paraguai. “Não tenho dúvidas que essa nova gestão, com os novos conselheiros e diretores, vai buscar o melhor para os dois países, sem afetar o preço da energia elétrica no Brasil”, comentou Enio Verri.

O futuro diretor-geral ressaltou que vai tomar conhecimento de todos os contratos de convênios firmados nos últimos seis anos. “Queremos dar total transparência e publicidade aos investimentos feitos pela empresa nos últimos tempos e a partir de agora. A ideia é que as realizações sejam creditadas à própria Itaipu, como realizadora de grandes obras, como já sabemos. Esse será um dos pontos que vamos trabalhar. Além de mirar em futuros investimentos estratégicos e robustos para o Paraná e o Brasil”, adiantou Verri.

ENIO VERRI

Nascido em Maringá, formado em Economia pela Universidade Estadual de Maringá (UEM), possui doutorado pela Universidade de São Paulo (USP) na área, com tema “Reestruturação produtiva do Paraná nos anos 90: o papel da globalização e do Mercosul”. Foi chefe de gabinete do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão. Secretário de Planejamento e Coordenação Geral do Paraná do governo Roberto Requião (PMDB). Foi deputado federal pelo Partido dos Trabalhadores e entraria em seu terceiro mandato na Câmara dos Deputados.