MARINGÁ

Prefeitura libera a primeira licença para empresa instalar tecnologia 5G em Maringá

Foi liberada nesta segunda-feira, 24, a primeira licença para uma empresa instalar a infraestrutura para uma antena 5G. O equipamento será instalado pela empresa autorizada no topo de um edifício na Zona 7. Em seguida, a empresa negociará com as companhias telefônicas a instalação da antena que transmitirá o sinal 5G.

Há outros nove processos em análise para o licenciamento de infraestruturas em diferentes regiões da cidade. “Trabalhamos bastante para agilizar toda a legislação para permitir a instalação da tecnologia 5G na cidade Nesta segunda-feira saiu a primeira licença autorizada pela Prefeitura. A parte da gestão municipal está sendo feita e agora depende das empresas se instalarem na cidade. Mais um passo importante para transformar Maringá em uma smart city”, reforça o prefeito Ulisses Maia.

A Estação Transmissora de Radiotelecomunicação (ETR) precisa ser autorizada pela Anatel e é solicitada para a Prefeitura através do Sistema Eletrônico de Informações (SEI), direcionado para a Diretoria de Edificações da Secretaria de Urbanismo e Habitação (Seurbh). O secretário da Seurbh, Estevão Palmieri, informa que há um prazo de até 60 dias para aprovação. A autorização vale por dez anos e é renovável.

A lei que regulamenta a instalação das antenas do sinal 5G em Maringá foi sancionada pelo prefeito Ulisses Maia no fim de junho deste ano. A Prefeitura de Maringá se antecipou e criou a lei para desburocratizar e agilizar a instalação dos equipamentos. O projeto foi aprovado pela Câmara de Vereadores.

Com isso, Maringá deve ser uma das primeiras cidades do interior do Brasil a ter tecnologia 5G, já que a rede começou a ser implantada primeiro nas capitais. O sinal 5G proporcionará internet mais rápida e possibilitará que empresas e indústrias ofereçam melhores serviços para a população.