MARINGÁ

Prefeitura anuncia maior programa de contratação de médicos de Maringá

O prefeito de Maringá Ulisses Maia apresentou nesta segunda-feira, 30, o maior programa de contratação de médicos para as unidades de saúde do município. Nesta primeira etapa, são mais de 50 profissionais que atuarão nas equipes de Atenção Primária à Saúde (APS) e Estratégia Saúde Família (ESF). A cerimônia ocorreu na Unidade Básica de Saúde (UBS) Maringá Velho, inaugurada em dezembro do ano passado.

O prefeito Ulisses Maia agradeceu o trabalho desenvolvido pelas equipes de saúde do município e destacou a importância das novas contratações. “Os novos profissionais, que começam a atuar a partir desta segunda, farão grande diferença nas nossas UBSs. A atenção primária em saúde é a base e com esses investimentos vamos garantir qualidade de vida e reforçar nossa estrutura como referência em saúde pública”, diz.

Os novos médicos fazem parte da primeira etapa de credenciamento médico e habilitação realizada pela Secretaria de Saúde. O chamamento público para contratação de pessoas jurídicas para atendimento clínico às equipes de Saúde da Família foi publicado em agosto do ano passado. Após análise da documentação e trâmites do edital, foram contratados 53 profissionais. Em fevereiro, o município realizará a segunda fase do credenciamento com a previsão de contratação de mais 41 médicos.

O secretário de Saúde, Clóvis Melo, explica que a contratação dos profissionais é fundamental para ampliar o atendimento aos moradores em todas as regiões da cidade. “Os mais de 50 profissionais vão atuar nas equipes Saúde da Família, que estão presentes em todas as UBSs. Isso nos garante agilidade na prestação de serviços e mais pessoas da comunidade sendo atendidas”, explica.

O médico especialista em Saúde da Família, Ailton José Scavassa, de 71 anos, faz parte dos novos profissionais apresentados nesta segunda. “Já trabalhei por 19 anos na saúde pública da nossa cidade e agora retorno. É muito gratificante atuar nessa área e, por outro lado, participar da democratização do conhecimento, passar um pouco da nossa experiência aos colegas”, diz.