POLICIA

Polícia troca tiros com integrantes da quadrilha dos ‘Piratas do Asfalto’ na região

Policiais da 4ª Cia do Pelotão de Polícia Rodoviária (PPRv) entraram em confronto contra os chamados “Piratas do Asfalto”. A ocorrência foi registrada durante a madrugada desta quinta-feira (2) após um assalto à uma ônibus de passageiros na PR-317, na região de Engenheiro Beltrão.

De acordo com a polícia, as equipes foram informadas sobre um roubo de veículo em andamento e receberam a localização em tempo real por parte de uma das vítimas, que os levou até uma estrada rural próximo ao quilômetro 149 da PR-317. No local, a polícia se deparou com um GM Vectra com placas de Guamiranga, que era ocupado por dois criminosos que já desceram do veículo abrindo fogo contra os militares.

Após um confronto, os suspeitos fugiram do local. Foi solicitado o apoio da PPRv de Peabiru, Rotam (Rondas Ostensivas Táticas Metropolitanas) e CPU (Comando do Policiamento Urbano) do 11º Batalhão, que auxiliou as equipes à realizarem as buscas pelos suspeitos. No automóvel os militares encontraram vários produtos de origem paraguaia, frutos de roubo, além de um revólver calibre .32 Smith & Wesson com 5 munições intactas que estava no banco de trás.

Em conversa com os 18 ocupantes do ônibus foi verificado que o veículo seguia com itinerário Foz do Iguaçu à São Paulo, quando, no quilômetro 151 da PR-317 foram interceptados pelo Vectra, onde os ocupantes utilizaram lanternas e armas de fogo para dar voz de assalto ao coletivo.

Após a parada, dois suspeitos – ambos magros, morenos, de altura mediana e um deles com uma tatuagem na mão e sotaque sulista – embarcaram no veículo e roubaram os pertences dos passageiros. As vítimas afirmaram ainda que os bandidos agiram com extrema violência a todo momento, agredindo o motorista com socos na cabeça e no corpo.

Após o roubo, os suspeitos fugiram até o momento em que foram interceptados pela polícia cerca de 1 quilômetro à frente na rodovia. As vítimas e o veículo foram conduzidos até a PPRv de Peabiru onde foi registrado o Boletim de Ocorrência, e logo após todos foram conduzidos os até a Delegacia de Polícia Civil de Engenheiro Beltrão, para os devidos procedimentos.