POLICIA

Polícia indicia pai por abandonar filha de 3 anos no Centro de Maringá

A Polícia Civil de Maringá, através do NUCRIA – Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente vítimas de crimes, concluiu o inquérito policial instaurado para apurar as circunstâncias em que uma criança de três anos e 11 meses, foi encontrada sozinha, perambulando pela área central da cidade. O caso ocorreu no dia 18 de janeiro de 2023.

Horas após o ocorrido, a polícia identificou o pai da criança, que posteriormente foi encontrado pelos policiais. Os envolvidos são de nacionalidade Haitiana. Em um primeiro momento ele alegou que havia perdido a filha. E que não pediu ajuda aos órgãos competentes, porque não sabia como fazer. Depois, durante um novo interrogatório – o investigado negou que tinha a intenção de abandonar a filha.

Alegou que a levaria até a Estação Rodoviária de Maringá, para entregá-la à um desconhecido, que estava encarregado de acompanhar a menina até a Guiana Francesa. A princípio uma tia da criança teria contactado com essa pessoa desconhecida. Após analisar imagens de câmeras de segurança, e colher depoimentos de testemunhas – no entendimento da autoridade policial, houve o abandono de incapaz perpetrado pelo próprio pai de 34 anos.

A criança ficou exposta a riscos, disse a delegada titular do Nucria – Karen Friedrich Nascimento. Ainda segundo a delegada, o homem foi indiciado pela prática do crime previsto no Artigo 133 do Código Penal – abandonar pessoa que está sob seu cuidado, guarda, vigilância ou autoridade, e, por qualquer motivo, incapaz de defender-se dos riscos resultantes do abandono: Pena – detenção, de seis meses a três anos. A criança foi acolhida por uma família.