BRASIL E MUNDO DESTAQUES DO DIA

PF prende criminosos que planejavam sequestrar e matar senador Sergio Moro

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quarta-feira, 22, a Operação Sequaz. O objetivo é desarticular uma organização criminosa que planejava sequestrar e matar servidores públicos e autoridades, incluindo o senador Sergio Moro (União Brasil) e um promotor de Justiça. Os mandados são cumpridos em cinco unidades da Federação: Roraima (RO), Paraná (PR), Distrito Federal (DF), Mato Grosso do Sul (MS) e São Paulo (SP).

De acordo com as investigações, os ataques poderiam ocorrer de forma simultânea, e os principais investigados se encontravam nos estados de São Paulo e Paraná.

Cerca de 120 policiais federais cumprem 24 mandados de busca e apreensão, sete mandados de prisão preventiva e quatro mandados de prisão temporária em Mato Grosso do Sul, Rondônia, São Paulo e Paraná.

Em seu twitter o senador disse;
Sobre os planos de retaliação do PCC contra minha pessoa, minha família e outros agentes públicos, farei um pronunciamento à tarde na tribuna do senado. Por ora, agradeço a PF, PM/PR, Polícias legislativas do Senado e da Câmara, PM/SP, MPE/SP, e aos seus dirigentes pelo apoio e trabalho realizado.