POLICIA

Pastor é suspeito de dar o golpe em mais de 20 pessoas e sumir com R$ 4 milhões na região noroeste

A Polícia Civil de Umuarama investiga um pastor de uma comunidade evangélica suspeito de aplicar golpes em mais de 20 pessoas e desaparecer com aproximadamente R$ 4 milhões. Ao todo, a delegacia da cidade já registra 21 boletins de ocorrências contra Marcos Eliandro da Costa.

De acordo com o relato de vítimas à polícia, o suspeito prometia um retorno 6% após os fiéis investirem em recursos da bolsa. O golpe tem sido aplicado desde o começo do ano. O retorno seria muito mais rápido do que o comum no mercado de ações. Por estar a frente de uma igreja, as vítimas acreditavam e entregavam a ele economia de anos. Em troca, eram feitos contratos sem validade e promissórias.

O pastor tinha um escritório na cidade onde pessoas eram atraídas para entrar no negócio. Além dos fiéis que acreditaram em Costa, os colaboradores da empresa também amargaram prejuízos. A polícia suspeita de que o religioso tenha feito outras vítimas também em cidades da região e até em outros estados. A polícia abriu inquérito e tenta localizar o pastor para que ele possa prestar esclarecimentos.

Desde o início das primeiras denúncias, o religioso não foi mais encontrado na cidade.