POLICIA

Operação policial contra furto de cargas prende quatro pessoas, em Paranaguá

Mais de 100 agentes estão mobilizados na ação na BR-277. Polícia afirma que bandidos esperam caminhões reduzirem velocidade para agir. Operação vai até sexta (16).

Começou nesta segunda-feira (12) operação conjunta da Polícia Militar, da Polícia Rodovia Federal e da Guarda Municipal de Paranaguá, no litoral do estado, contra o furto de cargas.

A ação segue até sexta-feira (16) e busca desarticular um esquema criminoso que começa com o furto de grãos de caminhões que estão passando pelo trecho urbano da BR-277, a caminho do Porto de Paraguá.

O primeiro dia de operação reuniu mais de cem agentes, e prendeu quatro pessoas em flagrante. Também foram apreendidas 3,5 toneladas de grãos, como soja e milho.

Os presos foram levados para a delegacia de Paranaguá e devem responder por furto, receptação e organização criminosa, segundo a PM.

De acordo com a polícia, os bandidos esperam os caminhões reduzirem a velocidade, principalmente em um trecho na entrada da cidade, onde há uma lombada, e abrem os lacres ou a carroceria para que a carga caia na pista.

Depois, explica a PM, os grãos são recolhidos e vendidos a receptadores – os principais alvos da operação.

Segundo a polícia, só neste ano foram registrados 237 furtos a cargas de caminhões em Paranaguá – uma média de quase um furto por dia. Mais de mil toneladas de grãos foram furtadas no período.

De acordo com a administração do Porto de Paranaguá, nos oito primeiros meses deste ano, mais de 290 mil caminhões chegaram carregados de grãos ao terminal.

A Prefeitura de Paranaguá informou que já pediu a retirada da lombada que fica na entrada da cidade ao Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), responsável pela rodovia. A reportagem procurou o DNIT, mas não recebeu resposta