DESTAQUES DO DIA ESPORTE

MFC Dogão faz gol da classificação 48 do 2º tempo e está na semifinal

7,1 mil viram o Maringá bater o Cianorte no tempo normal por 2 a 0 e ficar com a vaga na semifinal do Paranaense 2023. O primeiro gol da partida foi de Bruno Lopes aos 45 do primeiro tempo e gol da classificação veio aos 48 do segundo tempo.

O JOGO

A primeira clara chance de gol foi do Cianorte aos 6 minutos com com Renan Areias que invadiu a área da avenida Colombo e soltou uma bomba que quase abre o placar no Willie Davids. O time visitante veio a Maringá com a missão de garantir um empate, mas sem renunciar à vitória. No domingo passado na cidade do vestuário, o time da casa fez um gol aos três minutos do primeiro tempo e foi suficiente para garantir a vantagem do empate na partida de volta em Maringá.

O goleiro Dheimisson salvou a pátria daquele que teria sido em prática um dois a zero no placar somado das duas partidas. Jogando fechado, mas perigoso do nos contra-ataques, o Cianorte começou a crescer no jogo depois da estocada e aos poucos o jogo ficou bem equilibrado.

Precisando ganhar o Maringá seguiu levantando bolas na área da fechada defesa do Leão, e só aos 19 minutos Bruno Lopes chegou com uma cabeçada que não levou perigo ao gol do goleiro Guilherme Neto.

Aos 21 o Maringá chegou de novo; Robertinho arriscou um chute forte e rasteiro no gol da Prudente. A bola passou rente à trave.

27 minutos. Depois de mais uma bola levantada na área do Cianorte para a pontual cabeçada do zagueiro, a bola sobrou para Robertinho na entrada área; ele foi derrubado. A falta é dos 22 metros. É longe mas o o goleiro do Cianorte não quis facilitar e meteu cinco na barreira. Robertinho bateu bem; a bola foi no ângulo mas não chegou muito forte e Guilherme chegou nela com certa tranquilidade.

Dos 31 aos 32 minutos Luiz Fernando do Cianorte chegou duas vezes com chutes perigosos à meta de Deimisson e o jogo começou a ficar mais aberto. Até os 37 minutos a tendência do jogo foi a mesma; o Maringá mais fechado e o Cianorte massacrando. Quando o Maringá finalmente começou a ter mais posse de bola, o Cianorte voltou a se fechar e o Maringá voltou a erguer bola na área do adversário.

O desafio do Maringá de ter que furar uma defesa bem postada e ainda ter que tomar cuidado com os contra-ataques mostraram que o Cianorte estava fazendo uma partida perfeita. Destaque para Vinícius Faria que parecia comandar a orquestra

Wesley cabeceia no primeiro pau e Bruno Lopes quase toca na bola que passa por ele no segundo pau. Foi a melhor oportunidade do primeiro tempo aos

Aos 44, o Maringá reclamou pênalti o árbitro depois que o zagueiro que estava com as mãos no peito levou uma bolada. A crônica esportiva que estava no estádio disse em coro que foi pênalti.

GOL DO MARINGÁ – 46 MINUTOS

Se foi ou não foi pênalti, o choro será menor porque aos 45 Bruno Lopes recebe cruzamento de Bianchi que ganhou do zagueiro pela direita e invadiu área. O artilheiro faz o gol e coloca o Maringá em condições de disputar a vaga em uma decisão de pênaltis.

Aos 46 Bruno Lopes quase faz o segundo quando a defesa do Cianorte rebateu mal um cruzamento na área.

O Dogão leva para o intervalo o resultado que queria. No segundo tempo a partida tendia a ficar mais aberta, afinal só a vitória interessava aos dois times.

2º TEMPO

Em busca do segundo gol, o Dogão voltou com Iago no lugar de Pacato. A alteração torna o time mais perigoso no ataque, mas expõe um pouco o meio campo. Aos cinco minutos o técnico Castilho foi obrigado a tirar o autor do gol Bruno Lopes e colocou Alemão que foi o herói do jogo da Copa do Brasil contra o Sampaio Corrêa. O time ganha em fôlego e vontade, mas muda muito em relação ao primeiro tempo.

A primeira chegada do Maringá foi com Marcos Vinícius. Aos 12 minutos ele arrisca chute forte da entrada da área e a bola passa muito perto do gol. O Cianorte chega no minuto seguinte com Raul. Eleque chuta forte para Deimisson tirar com a ponta dos dedos e salvar o Maringá.

Aos 19 minutos Alemão perdeu um gol cara a cara com o goleiro. Bola cruzada por Mirandinha encontra o voluntarioso atacante já dentro da pequena área. Ele pega de primeira mas a bola sobe em modo inexplicável e sai pela linha de fundo.

Aos 22 os times mexem. O Cianorte mexe no time e se fecha dando a impressão que quer decidir nos pênaltis. O Dogão faz entrar Mirandinha no lugar de Robertinho que correu muito e procura por fogo no jogo de novo.

O Maringá chega de novo aos 27 minutos. Iago recebe bola na intermediária, dribla o zagueiro, ganha na corrida, invade a grande área e chuta a bola lá no Chico Neto.

No final do jogo, aos 40 minutos, o técnico Castilho ainda mandou a campo os atacantes Matheus Moraes e Leandrinho. O time foi para o tudo ou nada já que o Cianorte renunciou ao jogo.

GOL DA CLASSIFICAÇÃO

Bate e rebate dentro da área do Cianorte. A bola sobra para Iago e ele faz o gol da classificação. O chute de primeira entra no canto direito de Guilherme que nada pode fazer.

Final, Maringá classificado 2, Cianorte 0.

BORDERÔ

PÚBLICO PAGANTE: 7.100 pagantes

RENDA: R$ 187.749,00