DESTAQUES DO DIA POLICIA

Mais um crime de feminicídio em Sarandi: mulher é morta na frente da filha de 6 anos

O indivíduo Johnatan Mariano Ferreira, de 30 anos, que já foi preso por matar uma pessoa em 2016 e em outras vezes por crimes diversos, como tráfico de drogas e furto, matou sua companheira Cláudia Maria da Silva de Jesus, de 37 anos, na frente de uma igreja na Rua 35 do Jardim Novo Independência, em Sarandi. Depois de espancada, a mulher foi morta a tiros na frente da filha dela, de 6 anos.

 

Segundo pessoas que acompanharam o crime, o casal começou a brigar em casa e Johnatan teria agredido Cláudia. A mulher saiu de casa, com a filha de 6 anos, para buscar apoio em uma igreja evangélica alguns quarteirões adiante, mas seu companheiro a seguiu armado com uma faca e uma pistola 9mm e não a deixou entrar na igreja.

 

O homem disparou contra a mulher, matando-a na hora, na frente da criança.

 

O crime de feminicídio foi visto por várias pessoas na rua, que viram o homem fugindo a pé. Momentos depois ele foi encontrado e preso por uma equipe da Polícia Militar.

 

Johnatan Mariano Ferreira é velho conhecido e o que indignou as pessoas que acompanharam o crime é o fato de ele viver solto depois de ter assassinado outra pessoa e por ser conhecido por suas atividades no tráfico de drogas.

 

Na casa em que Johnatan morava com Cláudia Maria da Silva de Jesus a polícia encontrou tablete de de maconha, certa quantidade de cocaína e balança de precisão.