DESTAQUES DO DIA

Justiça: local do júri popular no caso Guaranho será definido nesta quinta-feira, 13

Justiça: local do júri popular no caso Guaranho será definido nesta quinta-feira, 13

Tempo estimado de leitura: 2 minutos

O Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR) está programado para decidir nesta quinta-feira, 13, sobre a solicitação para transferir o júri popular do caso de Jorge Guaranho, acusado de matar o petista Marcelo Arruda, em Foz do Iguaçu, em 2022. A defesa insiste que o julgamento seja movido para fora de Foz do Iguaçu, onde o crime ocorreu.

Segundo informações divulgadas pelo Metrópoles, a análise do pedido está marcada para iniciar às 13h30. Os advogados de Guaranho argumentam que a imparcialidade do júri local está em xeque devido à extensa cobertura midiática do caso, que poderia predispor os jurados a uma decisão prévia.

Por outro lado, Daniel Godoy Junior, advogado da acusação, sustenta que a notoriedade do caso é de escala nacional, o que invalida a necessidade de alteração do foro. “Vamos defender a manutenção do júri em Foz do Iguaçu, já que se trata do juiz natural da causa”, declara Godoy.

O julgamento, inicialmente marcado para 04 de abril, foi adiado após a defesa de Guaranho se retirar do tribunal em resposta à negação de vários pedidos pelo juiz.

Posteriormente remarcado para 02 de maio, o julgamento foi mais uma vez adiado devido ao pedido de mudança de foro pela defesa.