POLICIA

Homem é condenado a 48 anos de prisão por matar esposa queimada em Maringá

Foi condenado a 48 anos e 6 meses de reclusão, o marido que matou a enfermeira maringaense Daniela de Fátima Navalon de 41 anos. A mulher teve o corpo queimado pelo próprio companheiro. A sentença foi proferida nesta quarta-feira, 1. O crime aconteceu na residência do casal, em 2021 – no Conjunto Residencial Pioneiro Odwaldo Bueno Netto, zona sul da cidade.

Odair Ivo Cecílio, de 43 anos, foi condenado pelos crimes de feminicidio qualificado por motivo torpe com emprego de fogo, incêndio
criminoso em residência habitada, e lesão corporal gravíssima. Cecílio já tem outras condenações pelos crimes de homicídio, roubo e violência doméstica.

Daniela foi morta na frente dos três filhos – uma adolescente e duas crianças – após uma discussão com o marido.