POLICIA

Homem acusado de matar jovem com mais 25 tiros é julgado em Sarandi

O júri popular de Carlos Henrique Ferrari, de 31 anos, está sendo realizado nesta quarta-feira, 28, no Fórum de Sarandi. Ele é acusado de ter assassinado Renan Flávio Galdino em julho de 2018, com mais de 25 tiros. O Ministério Público acusa o réu por homicídio consumado, duplamente qualificado e um homicídio tentado, duplamente qualificado.

A defesa do réu nega qualquer tipo de participação dele no crime. O advogado, José Carlos Ragiotto, diz que não há provas.

“A defesa entende que não há provas que possam colocar Carlos Henrique Ferrari na cena do crime”, afirma.

O julgamento deve se estender ao longo desta quarta-feira, 28.

O crime aconteceu em um bar, na avenida Henrique Augusto da Silva, no Parque São Pedro, em Sarandi. Segundo a polícia, Renan foi morto por dois homens que chegaram de carro, atirando contra a vítima. A dona do estabelecimento também foi atingida, A acusação acredita que um deles seria Carlos.

No local, foram encontradas 55 cápsulas de pistolas 380 e 9mm.

Carlos é irmão de Diego Henrique Valentin, que era conhecido pelo apelido de “Pestinha” em Sarandi. Ele foi executado em agosto de 2021, dentro da UTI do Hospital Metropolitano de Sarandi.