POLICIA

Curitiba chega a terceiro dia sem internamentos por Covid-19 no SUS; casos ativos caem para 362

O censo hospitalar da Secretaria Municipal da Saúde (SMS) de Curitiba, desta quarta-feira (19/10), mostra que a capital paranaense entra no terceiro dia consecutivo sem pacientes internados em UTI e em leitos de enfermarias SUS por conta de covid-19. Esse é o maior recorde desde o início da pandemia.

Desde o dia 12 de outubro, ainda, a Central de Leitos Metropolitana do SUS não recebe pedidos de novos internamentos por covid-19

A SMS ressalta, porém, que os dados de internamentos são dinâmicos, assim como as altas, com alterações dos dados ao longo do dia.

“Esse lindo recorde traz esperança aos nossos corações e nos dá a esperança de que a pandemia está se despedindo”, afirma o prefeito Rafael Greca.

“Quanto menos pessoas internadas, menos chance de óbitos pela doença. Ficamos otimistas com essa informação”, diz o superintendente executivo da SMS, Juliano Gevaerd. “Isso é fruto dos nossos esforços de vacinação e todos os cuidados sanitários que tomamos ao longo da pandemia”, completa.

Balanço da semana
O boletim semanal da covid-19, publicado nesta quarta-feira (19/10), referente ao período de 12/10 a 18/10, mostra ainda que Curitiba não teve divulgação de nenhum óbito neste período.

Considerando os óbitos por data de ocorrência, inclusive, Curitiba chegou ao recorde de 15 dias.

Nos últimos sete dias, a capital paranaense registrou 362 novos casos da doença – uma média de 52 novos casos por dia.

O número de casos ativos, nesta última terça-feira (18/10), ficou em 384, correspondente ao número de pessoas com potencial de transmissão do vírus – este é melhor indicador desde 11 de junho de 2020, primeiro ano da pandemia. Naquela data, o município registrava 368 casos ativos.

Balanço da pandemia
Com os novos casos confirmados, até terça-feira (18/10), 522.049 moradores de Curitiba testaram positivo para a covid-19 desde o início da pandemia, dos quais 513.144 estão liberados do isolamento e sem sintomas da doença.

Até o momento, foram contabilizados 8.521 óbitos na cidade provocados pela doença desde o início da pandemia.

Periodicidade dos boletins
Desde o dia 13 de setembro de 2022, os boletins da covid-19 passaram a ter publicação semanal, sempre às quartas-feiras, com os dados dos últimos sete dias consolidados.