PARANÁ

Câmeras da Muralha Digital serão usadas para monitorar os locais de votação em Curitiba

A Prefeitura de Curitiba fará o monitoramento dos locais de votação e dos principais pontos da cidade por câmeras da Muralha Digital nas eleições deste domingo (2/10). Servidores da Secretaria Municipal da Defesa Social e Trânsito, Guarda Municipal e Superintendência de Trânsito (Setran) vão atuar na logística e segurança das urnas até o pleito e também nas intervenções de trânsito.

“O prefeito Rafael Greca nos orientou para que aplicássemos toda nossa diligência, planejamento e operacionalidade para que o cidadão curitibano possa exercer o seu direito ao voto com segurança e celeridade”, afirma o secretário municipal de Defesa Social e Trânsito, Péricles de Matos.

No sábado (1/10), um dia antes da votação, equipes Guarda Municipal participarão da segurança de urnas em locais de votação.

No domingo da eleição, haverá patrulhamento da Guarda Municipal, participação dos agentes da Superintendência de Trânsito (Setran) e monitoramento das câmeras da Muralha Digital nos 171 pontos de votação que a Prefeitura cede para o pleito. A capital conta com mais de 400 locais de votação, incluindo escolas e centros municipais de educação infantil (CMEIs).

Serão mobilizados 410 guardas municipais para atuar desde o sábado, além de equipes da Setran, Setor de Inteligência, Defesa Civil e da Coordenadoria de Segurança de Edificações e Imóveis (Cosedi). No trânsito, as intervenções e bloqueios terão início na noite de sexta-feira (30/9).

“Precisamos garantir a mobilidade urbana para que o cidadão possa sair da sua casa de ônibus, carro ou outro meio de transporte até o local de votação. Além disso, faremos a interdição da área do entorno do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PR), no Parolin, desde a sexta-feira até o domingo, controlando o acesso ao local”, explica o secretário.

Integração

Além da atuação junto à Muralha Digital, a Prefeitura contará com representantes também no Centro Integrado de Comando e Controle Regional da Secretaria de Estado da Segurança Pública do Paraná (Sesp), de onde serão coordenadas todas as operações de segurança das eleições no Estado.

Muralha Digital

A Muralha Digital é composta por um sistema de câmeras de vigilância que cobrem vários locais da capital com grande circulação de pessoas, como praças e cemitérios municipais. Além das câmeras, o sistema também está ligado aos radares de trânsito.

O videomonitoramento realizado pela Muralha se mostrou eficiente para ajudar na prevenção de crimes. Nos locais onde as câmeras estão presentes, foi registrada uma redução de 40% na criminalidade, de acordo com estatísticas da Prefeitura.