PARANÁ

Auditorias comprovam segurança das urnas eletrônicas

URNAS ELETRONICAS NO TRE URNA ELETRONICA

Neste domingo (02), 35 urnas eletrônicas passaram por auditorias acompanhadas pelas Forças Armadas, entidades fiscalizadoras e observadores internacionais. Os procedimentos comprovaram a autenticidade dos sistemas eleitorais e a captação e contagem segura de votos nas urnas eletrônicas.

“Nós atestamos, como não poderia deixar de ser, a integridade, a legalidade e a transparência da urna eletrônica”, disse a juíza de Direito Dra. Luciani de Lourdes Tesseroli Maronezi, presidente da Comissão de Auditoria da Votação Eletrônica.

Oito urnas passaram pelo Teste de Autenticidade do Sistema, no próprio local de votação. O objetivo foi comprovar que o sistema é o mesmo autorizado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

O Teste de Integridade com 25 urnas eletrônicas aconteceu no edifício-sede do TRE-PR. As atividades foram transmitidas por cerca de 30 horas ao vivo no YouTube, onde estão disponíveis na íntegra.

Outras duas urnas eletrônicas passaram pelo mesmo teste na Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR), dentro do Projeto-Piloto com Biometria.

Ao final do Teste de Integridade, foi feita uma comparação entre o que foi computado e o que foi digitado na urna. O Teste de Integridade acontece desde 2002 e nunca houve divergência no resultado. Em 2022, 641 urnas foram testadas em todo o Brasil.