DESTAQUES DO DIA

Ator Bruce Willis é diagnosticado com demência

Astro de tantos sucessos do cinema, como “O Sexto Sentido”, “Corpo Fechado”, “Pulp Fiction: Tempo de Violência”, “Armageddon” e “Duro de Matar”, o ator Bruce Willis, 67 anos, foi diagnostico com demência frontotemporal (DFT). O ator se aposentou em 2022 depois de um diagnóstico de afasia. Desde então, sua condição progrediu.

“Infelizmente, desafios com comunicação são apenas um sintoma da doença que Bruce enfrenta. Enquanto isso é doloroso, é um alívio finalmente chegar a um diagnóstico claro”, afirmou a família do ator em comunicado no site da Associação para a Degeneração Frontotemporal.

“DFT é uma doença cruel que muitos de nós nunca ouvimos falar e que pode atingir qualquer um. Para pessoas com menos de 60 anos, DFT é a forma mais comum de demência, e como o diagnóstico pode levar anos, DFT é provavelmente muito mais dominante do que sabemos. Atualmente, não há tratamentos para a doença, uma realidade que esperamos poder mudar nos anos à frente.”

Nascido na Alemanha, mas criado nos Estados Unidos, Bruce Willis estourou na televisão ao lado de Cybill Shepherd na série “A gata e o rato”. Em uma das pausas da série, ele foi convidado para atuar em “Duro de matar” (1988). Foi quando a carreira em Hollywood decolou. O filme de ação teve quatro continuações.

Willis e a atriz Demi Moore foram casados por 13 anos e tiveram três filhas (Rumer, Tallulah e Scout). Com sua atual esposa, a modelo Emma Heming Willis, ele tem outras duas filhas (Evelyn e Mabel).

O ator americano ganhou dois Emmys: um foi pela série “A gata e o rato”, em 1987; e outro por uma participação em “Friends”, em 2000.