ESPORTE

Athletico-PR pede efeito suspensivo por força máxima contra Maringá FC

Com finalidade de ter em campo a força máxima de seu elenco para a partida que abre uma das semifinais do Campeonato Paranaense, neste sábado, às 19h, contra o Maringá FC, o Athletico-PR entrou com o pedido de efeito suspensivo no Tribunal de Justiça Desportiva do Paraná (TJD-PR) para a liberação de Pedro Henrique, Thiago Heleno, Pedrinho e Christian. Os dois primeiros, zagueiro, o lateral-esquerdo e o volante, respectivamente, foram punidos com suspensão por conta da briga generalizada entre atletas no Athletiba disputado na penúltima rodada da primeira fase do Estadual.

Pedro Henrique, Thiago Heleno e Christian cumpriram três dos quatro jogos de punição. Já Pedrinho pegou seis jogos de suspensão e ainda tem que cumprir mais três.

A entrada somente agora com o pedido de reavaliação foi feita pelo clube da capital de forma estratégica. Eles estiveram ausentes nos duelos da rodada final da fase anterior e nos dois confrontos diante do São Joseense nas quartas de final. Mas com a solicitação do recurso ganham condição de enfrentar os maringaenses, a menos que o Tribunal de Justiça Desportiva da Federação Paranaense indefira o pedido. A reunião dos magistrados seria na noite desta quinta-feira.

O Coritiba, que também teve jogadores punidos, conseguiu o efeito suspensivo para Alef Manga e Fabrício Daniel antes das quartas de final. Os dois jogadores participaram das partidas contra o FC Cascavel.