BRASIL E MUNDO

Assembleia-Geral da ONU exige que Rússia revogue anexações ‘ilegais’ na Ucrânia

A votação no órgão mundial de 193 membros foi 143-5 com 35 abstenções, o mais forte apoio da Assembleia-Geral para a Ucrânia e contra a Rússia das quatro resoluções que aprovou desde que as tropas russas invadiram seu vizinho, em 24 de fevereiro.

As nações ocidentais se envolveram em intenso lobby nos bastidores antes da votação, enquanto a Síria, aliada da Rússia, alertou contra o isolamento de Moscou.