PARANÁ

Apartamentos do Minha Casa Minha Vida abandonados há quase 10 anos são ocupados por sem teto

Seguindo orientações da Frente Nacional de Luta Campo e Cidade (FNL), dezenas de pessoas ocuparam um conjunto de prédios que deveria ser o Condomínio Residencial Golden Ville, na Avenida Independência, em Paiçandu. São 240 unidades habitacionais financiadas com recursos federais por meio do Programa Minha Casa, Minha Vida, mas nunca concluídas.

O conjunto de quatro prédios está abandonado há 9 anos, o mato cresceu e sequer havia vigilância no local, tanto que as famílias fizeram a ocupação sem a menor resistência na quarta e quinta-feira. A ocupação ganhou o nome de Acampamento Dom Hélder Câmara.

 

O Golden Ville foi um dos vários empreendimentos iniciados na região pela Construtora Cantareira, de propriedade do empresário Edmar Arruda, e quando ele foi deputado federal em dois mandatos a empresa esteve em nome de outras pessoas, entre elas a mulher do então parlamentar.

minha casa minha vida
O nome da ocupação homenageia o arcebispo que defendeu os sem teto Foto: FNL

 

Os apartamentos foram vendidos em 2012 e como os compradores desistiram de esperar a construtora entregar a obra, entraram na Justiça tentando reaver o dinheiro pago até então.

 

Na época em que interrompeu a construção, a construtora alegou que o Banco do Brasil estava atrasando repasses de recursos do Minha Casa, Minha Vida, o que foi desmentido pelo banco. Segundo a instituição financeira, a construtora não estava cumprindo o contrato, tanto que outras empresas que construíram para o Minha Casa, Minha Vida receberam os repasses e entregaram as obras normalmente.