DESTAQUES DO DIA

Aos 80 anos, Zezé Motta segue em turnê por todo o Brasil

Aos 80 anos, Zezé Motta segue em turnê por todo o Brasil

A atriz e cantora Zezé Motta chega aos 80 anos como uma referência nacional. 

Talento, beleza e ativismo negro marcam quase seis décadas da carreira da artista, que é reconhecida também internacionalmente. 

Nascida em Campos de Goytacazes, no interior fluminense, Zezé Motta fez história como mulher negra que conquistou seu espaço na televisão e no cinema.

Estreou como atriz na peça “Roda Viva”, de Chico Buarque, em 1968, mesmo ano em que ela aparece na TV pela primeira vez, como parte do elenco de “Beto Rockfeller”.

Entre os inúmeros papéis marcantes, se destacou como protagonista de Xica da Silva, em 1976, no filme de mesmo nome, dirigido por Cacá Diegues. Aos 32 anos, Zezé ganhou o mundo interpretando a personagem de uma negra escravizada que enriquece após se envolver com um representante da corte portuguesa.

Xica da Silva lhe daria projeção internacional e se tornaria um divisor de águas para a atriz na luta contra o racismo.

Artista múltipla, Zezé Motta fez seu nome nos palcos, nas telonas e também na música brasileira.

O primeiro disco chamado “Muito Prazer, Zezé”, de 1978, já trazia composições de grandes nomes como Rita Lee, Roberto de Carvalho, Luiz Melodia, Gilberto Gil e Chico Buarque.

Aos 80 anos, a artista segue na ativa.

A atriz e cantora não têm planos de parar. Até o fim deste ano, ela segue em turnê por todo o Brasil com o show “Zezé canta Caetano”.

Um viva os 80 anos da nossa Zezé Motta!